Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Artigos
Data de Publicação: 01/03/2019
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (5)
Clique na imagem para ampliar

 

24.08.1958 – Time do Catanduva Esporte Clube no Estádio Sílvio Salles em jogo que ganhou de 5 a 1 do Rio Preto Esporte Clube. Vemos de pé e da esquerda para a direita: Can-Can, Barros, Luis Valente, Cativeiro, Badê,  Nélio, e o técnico Antonio Carlos (Lilito). Agachados: Luís Destro, Washington, Juarez, Gaúcho e Escurinho.

 

Nelson Bassanetti

O ano de 1958 foi para nós brasileiros um ano de vitória, pois a nossa Seleção Brasileira ganhou em Estocolmo, na Suécia, o 1º Campeonato Mundial de Futebol.

E inspirado nessa conquista e no trabalho do professor João Cavalhais, que introduziu a psicologia como instrumento de apoio, ganhamos a taça “Jules Rimet”; o Catanduva Esporte Clube teve então até os professores Paulo Cretella Sobrinho e Jair Juliano Pozzetti  dando cursos e orientações psicológicas aos seus jogadores. Aliado a isso, o Dr. Célio da Fonseca Brandão, deu palestras falando da importância do preparo físico dos atletas que não podem ficar apenas à mercê de massagistas e leigos, dando  realce aos exames clínicos e acompanhamento médico em suas atividades.

Em 1958, recebemos a visita do deputado estadual João Mendonça Falcão, presidente da Federação Paulista de Futebol (1955/1970). Nesse ano o  Catanduva Esporte Clube, continuou sob a presidência do Dr. Augusto Pereira e depois do Sr. Antonio Gutierrez Molina e  o nosso time disputou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão de Profissionais, série “Amarela”, juntamente com Pindorama Esporte Clube, Associação Atlética Francana, Clube Atlético Taquaritinga, Fortaleza Esporte Clube de Barretos, Barretos Futebol Clube, Jaboticabal Atlético Clube, Tanabi Esporte Clube, Batatais Futebol Clube, Rio Preto Esporte Clube e  Grêmio Esportivo Monte Aprazível. Apesar de toda a infra-estrutura montada e do excelente plantel, o nosso Expressinho na reta final  perdeu em casa para o Barretos de 2 a 1 e no último jogo em Taquaritinga, precisando ganhar, perdeu de 4 a 2; não se classificou e ficou fora  do torneio de acesso. Da nossa série se classificaram para as finais do “Torneio dos Campeões”, o Rio Preto E.C., Barretos F.C. e A.A. Francana, mas quem fez melhor campanha foi o Comercial Futebol Clube de Ribeirão Preto, que ganhou o campeonato e subiu para a primeira divisão.

Quanto à Taça “Jules Rimet”, a sua história virou uma vergonha nacional, ela foi roubada em 1983 e derretida para a venda de seu ouro.

 Pesquisa no Jornal “A Cidade” – Arquivo Museu Padre Albino

 

 

 

VEJA TAMBÉM
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (6)
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (5)
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (4)
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (3)
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (2)
CATANDUVA ESPORTE CLUBE, O FAMOSO EXPRESSINHO (1)
1918 – Nomes de famílias residentes em Catanduva (5 listas)
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço