Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Piadas
Data de publicação: 25/03/2011    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:     |   Compartilhar:    
Data de Publicação: 25/03/2011
"Vá lá, você é amigo"

O Professor Geraldo Corrêa registra em seu livro “Minhas Piadas dos Outros” fatos ocorridos na cidade de Catanduva.

   Uma "captura", depois de dar batidas em Campinas, veio até Catanduva. Jogava-se a "campista" e o "bacarat" na Chácara do Sr. Francisco Costa, gentilmente cedida. Era "benefício", mas a turma paulistana cercou a casa e pegou muita gente. Houve quem levasse, no peito, escapando, até cerca de arame farpado. .. Mas quase todos fizeram fila, tinham que pagar a multa e assinar o auto de infração.

   O delegado Coriolano Cobra e mais um investigador, procediam a verificação do dinheiro e tomavam as assinaturas.

   Um senhor respeitável, que na fila aguarda sua vez, dizia ao cidadão da frente.

- Que vou fazer? Dar o meu nome? Que dirão meus filhos?

- Qual, homem! Faça como vou fazer, disse o outro. Assina um nome qualquer.

- Mas, diante do Cobra, o velhote só pode arrumar um nome.

E assinou: "Deodoro da Fonseca" . . .

   Já estava saindo, quando o investigador, depois de examinar a assinatura, gritou para o homem:

- Velhinho! Volte. Você esqueceu de botar o "Marechal". . . . 

VEJA TAMBÉM
BAR DO FUKUDA
"Sombra e água fresca"
1932 - Batricio (Patrício) da Luz
"Vá lá, você é amigo"
"Quentão - Boa Bebida"
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço