Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Cidade
Data de publicação: 24/01/2014    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:     |   Compartilhar:    
Data de Publicação: 24/01/2014
1932 – Foto Esfinge

Essa foto ficou comigo vários anos e eu não conseguia saber de onde ela era? Ela estava guardada junto com o arquivo de fotos do Lyceu Rio Branco. Pensando, pensando, voltei ao ano de 1932 e analisei de onde é que ela poderia ter sido tirada, do próprio Lyceu (atual Fatec), da Igreja Matriz de São Domingos, e não cheguei a um esclarecimento e aí e me deu um estalo que poderia ter sido tirada dos altos do Higienópolis, como o Centro Espanhol ou da Casa de Saúde Dr. Záccaro, esquina das ruas Goiás com Espírito Santo e onde hoje está o Edifício “Bahamas”. Com a foto na mão, saí a campo par a investigar e fui ao local, lado oposto ao prédio do Edifício Bahamas e me certifiquei após analisar a construção e o telhado que essas casas ali estão com algumas adaptações. O curioso da foto é que olhando mais abaixo vemos a esquina da Rua São Paulo e com casas do lado de baixo. Hoje, a Rua São Paulo, do lado da EFA tem uma mureta de fora a fora. Conclusão: A Estrada de Ferro Araraquara, ao aumentar seu pátio, deve ter desapropriado toda aquela área e demolido as construções, inclusive os Armazéns Valera ou Varela que também vemos na Rua São Paulo, lado de baixo e que aparece nos fundos dessa casa do meio.

Informação da 

 

Boa tarde.
Me parece o quarteirão da Rua Espírito Santos caminhando da Rua Goiás para a São Paulo. Esse seria o lado direito. Nesse caso, se eu estiver certa, o Hospital do Dr. Pelicano ( onde hoje é o Edifício não aperece). O Primero imóvel que se vê foi reformado e depois residiu o Sr. Américo Roque. A casa de baixo, um simpático bangalô era da Da. Madalena Garcia, uma espanhola, mãe de um rapaz chamado Gabriel que foi jogador de futebol e tinha apelido de " grane". O Grane morava nessa casa com a mãe; depois do futebol ele abriu uma loja de Tecidos e armarinhos na rua São Paulo ao lado do Élcio Bastos.
A casa que se vê na esquina com a São Paulo era um empório de um português chamado Manoel ( não é o Costa).
Morei 20 anos na rua Rio Grande do Norte ( entre Goais e Mato Grosso) e por isso conheci bem esse cantinho.
Felicidades a todos os Catanduvenses.


VEJA TAMBÉM
1938 – Catanduva (relíquia)
2016 - Praça da República
1970 – Rua Minas Gerais (antes e depois)
1958 - Tour pela cidade
O Coronel, o frei e o pai da aviação.
Quatro (4) fotos da casa da família Borelli e pinturas de Walzachi
1959 - Enchente do Rio São Domingos
1925 – Rua Brasil
1958 - Centro de Catanduva
1927 – Rua São Paulo
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço