Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Cidade
Data de publicação: 22/01/2014    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:     |   Compartilhar:    
Data de Publicação: 22/01/2014
1956 - PARQUE IRACEMA – UM SONHO QUE SE TRANSFORMOU EM REALIDADE

Nelson Bassanetti

Esse é o título do convite para o lançamento do Loteamento Parque Iracema no “Jornal A Cidade” de 14.04.1956, no 38º aniversário de Catanduva. Foram colocados à venda naquela ocasião seus 1.600 lotes que têm início a partir da Rua Amazonas com Bahia, rumo Vila São Vicente de Paula e indo até o atual Hospital Emílio Carlos e do outro lado margeando o Rio São Domingos.  O proprietário da área era o Dr. Renato Bueno Netto, decano advogado Catanduvense, contratou a C. B. I. I. (Companhia Brasileira de Incorporação Imobiliária), de São Paulo, dirigida pelo Sr. Walter Dias, que estava construindo aqui o Mercado Modelo Municipal e que já tinha experiência no ramo, pois havia lançado o Jardim América em São Paulo.  O nome “Iracema” foi em homenagem à sua esposa, dona Iracema de Lima Bueno Netto, conhecida por “Dona Sinharinha Netto”, dama de excelsas virtudes e cuja bondade foi uma legenda no seio desta comunidade, participando desde 1919, quando aqui chegou de todas as obras beneméritas de Padre Albino, sendo presidente da “Casa da Criança Sinharinha Netto”, de 1936 a 1989.  Durante o “cock-tail” de lançamento usaram da palavra o Dr. Crescêncio Ferreira Lima, o Prefeito Municipal José Antonio Borelli, os vereadores Carlos Machado e Sebastião Pereira, que louvaram o arrojo do empreendimento. Em seguida falou o Dr. Renato, que aqui chegou em 1912 e havia construído a sua casa na Rua Amazonas, esquina com a Rua Bahia, o que dificultava a expansão da cidade para aquela região, uma vez que as ruas Alagoas e Sergipe também não ultrapassavam a Rua Amazonas, em razão da existência do prédio do Fórum e do Clube de Tênis. Disse que quando construiu sua casa naquele local nem de leve supunha que Catanduva crescesse tanto e que foi com dor no coração que a demoliu. Falou que nunca criou empecilhos ao crescimento de Catanduva e a demora em abrir o loteamento foi porque não havia aparecido alguém a quem pudesse confiar tal empreendimento, mas estava feliz por poder dar mais uma vez a sua contribuição para o nosso progresso. Vale lembrar que o Dr. Renato teve grande participação política em Catanduva onde foi Vereador de 1925 a 1927, Deputado Constituinte por São Paulo de 1935 a 1937 e cidadão benemérito, tendo doado área para a construção da Casa da Criança Sinharinha Netto e da Sociedade São Vicente de Paula, como também parte da área do Clube de Tênis e participado de todos os movimentos que visavam melhorar nossa “Cidade Feitiço”. 

1956 - Casa do Dr. Renato Bueno Netto, na esquina da Rua Amazonas, com Bahia, demolida para dar entrada ao Loteamento do Parque Iracema

 14.04.1956 – Rua Bahia, esquina com Rua Amazonas. (Fundos Casa de Saúde Dr. Smith) - Padre Albino corta a fita simbólica que dá acesso ao Parque Iracema. Identificamos da esquerda para a direita: João Batista Martins (construtor), Dr. Renato Bueno Netto, Francisco de Lima Machado, Carlos Machado, Padre Albino, Dr. Crescêncio Ferreira Lima, Benedito Zancaner, Dr. José Perri, Prof. Geraldo Corrêa e o Prefeito Municipal José Antônio Borelli. 

VEJA TAMBÉM
1938 – Catanduva (relíquia)
2016 - Praça da República
1970 – Rua Minas Gerais (antes e depois)
1958 - Tour pela cidade
O Coronel, o frei e o pai da aviação.
Quatro (4) fotos da casa da família Borelli e pinturas de Walzachi
1959 - Enchente do Rio São Domingos
1925 – Rua Brasil
1958 - Centro de Catanduva
1927 – Rua São Paulo
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço