Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Cidade
Data de publicação: 21/08/2013    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:     |   Compartilhar:    
Data de Publicação: 21/08/2013
“Praça do Idoso”

Essa foto foi tirada na Praça jornalista Lecy Neubern Pinotti, que recebeu o apelido de “Praça do Idoso”.  O local era um espaço vazio, sujo e sem finalidade dentro da cidade de Catanduva. Ela fica entre as Ruas XV de Novembro e América, paralela a linha da Estrada de Ferro, do lado do bairro São Francisco e foi inaugurada em 13 de junho de 2012.  O local possui uma área de 14.500 m2, foi urbanizada, ganhou grama esmeralda e batatais, árvores e palmeiras e calçamento. Conta também com quadra poliesportiva, quadra de areia, espaço multiuso, bancos, mesas e playground.  Possui deck e área de academia de ginástica e arquibancada. A praça ganhou áreas para eventos, como a Feira do Artesanato ali realizada. 

LECY PINOTTi

Nascido em Catanduva, em 1929, o jornalista, radialista e artista plástico Lecy Neubern Pinotti era um homem comunicativo e de inúmeros talentos. Ele se formou na Escola de Belas Artes em São Paulo e fez sucesso como artista plástico, reproduzindo inúmeras obras de arte.

 Em Catanduva, reproduziu mais de cem retratos, de moradores, políticos, músicos e artistas da cidade, que serviram como inspiração e modelo. O artista também reproduziu inúmeras cenas da história da cidade. Suas obras foram parar inclusive na Itália, mesmo sem nunca ter participado de uma exposição ou salão de arte.

 Outra paixão de Lecy Pinotti era o rádio. Em 1949, começou na rádio Difusora como locutor e programador. Tornou-se diretor comercial e gerente, sendo responsável pela renovação técnica da emissora. Permaneceu na rádio até 1971. Foi sócio proprietário da Rádio Clube de Itararé e locutor da Rádio Ondas Verdes FM, de 1986 a 1989.

 Lecy foi responsável pela instalação da emissora de televisão TV Catanduva, canal 6, em VHF. Foi gerente na TV Rio Preto, de 1976 a 1979, e diretor responsável dos jornais “O Jornal” e “O Regional”, além de proprietário de um jornal nas cidades de Pindorama e Itajobi.

 O cinema também fez parte da vida de Lecy. Apaixonado por filmes, sempre exibia vídeos na área rural da cidade, numa espécie de cinema ambulante. Na época, na década de 60, era novidade o cinema ambulante nos sítios e colônias de fazenda.

 Dedicado à família, Lecy casou-se, em 1953, com Filomena. Juntos, tiveram quatro filhos: Paulo, Marcos, Pedro e Nanci. Faleceu em 18 de novembro de 2001

 

VEJA TAMBÉM
2020 - Rua Minas Gerais com 24 de Fevereiro (2 fotos)
1959 - Enchentes no Parque das Américas (4 fotos)
1985 - Parque Residencial Agudo Romão (2 fotos)
O Rio São Domingos nunca passou pela Rua Paraíba, só em enchentes.
1905 – Essa é do tempo de Cerradinho (histórica)
Centro de Catanduva
2018 – Prédio da Prefeitura e Câmara Municipal
2018 – Catanduva
Símbolos Municipais
2012 - Centro de Catanduva
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço