Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Destaques
Data de publicação: 12/04/2014    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:     |   Compartilhar:    
Data de Publicação: 12/04/2014
Fundadores de Catanduva

AS ORIGENS DE CATANDUVA


O Arraial de São Domingos do Cerradinho


1918. Esse é o ano da criação oficial da cidade de Catanduva. Contudo, os primeiros povoados de que se têm notícias existiram em meados do século XIX. Não se sabe ao certo, por isso atribui-se a fundação a três famílias diferentes: de Antônio Maximiano Rodrigues, Joaquim Alves Figueiredo e Domingos Borges da Costa

Conta a história que Antônio Maximiano Rodrigues teria adquirido as terras que antes eram do sesmeiro mineiro Joaquim Alves Moreira (muitos dizem que Maximiano era descendente deste),que fora contemplado com uma carta de sesmaria pelo então Governo Geral que estava no poder na época. Sobre isso, há registros na Comarca de Jaboticabal, datada do ano de 1890. Já as terras de Domingos Borges da Costa – também conhecido por Minguta - vieram da compra de um pedaço da Fazenda de Maximiano, em região à beira de um riacho, que mais tarde levou seu apelido como nome. Por outro lado, há indícios de que o mineiro Joaquim Figueiredo, filho de José Lourenço Dias Figueiredo, seja um dos descendentes legítimos de Joaquim Alves Moreira, e por isso, nos últimos decênios do século XIX, ele veio à região tomar posse efetiva de suas terras. Na verdade, o que importa neste momento é o fato de que a região começava a ser povoada, dando origem ao que posteriormente se chamaria Catanduva. Antes disso, porém, a região passou por diferentes denominações como Arraial de São Domingos do Cerradinho, Vila Adolpho, até chegar ao que conhecemos hoje por Catanduva. O nome Arraial de São Domingos do Cerradinho veio a partir da doação feita pela família Maximiano de uma gleba ao patrimônio de São Domingos do Cerradinho – São Domingos por causa do rio que cortava a região e Cerradinho pela vegetação típica – valendo o documento como certidão de batismo que daria origem ao Arraial de São Domingos do Cerradinho.


Vila Adolpho torna-se Catanduva


Com o crescimento de Arraial de São Domingos, viu-se a necessidade de subordinar a região, que se encontrava em expansão, a algum município.

Foi então que, em 16 de dezembro de 1909, o arraial de São Domingos do Cerradinho foi elevado a Distrito de Paz, estando sob responsabilidade do município de São José do Rio Preto, sendo dado um novo nome à região: Vila Adolpho (nome dado em homenagem ao Cel. Adolpho Guimarães, então prefeito de Rio Preto). Nesta fase, Vila Adolpho teve dois subprefeitos: Vergílio de Araújo Costa e Ernesto Ramalho. A região crescia em ritmo acelerado e o desenvolvimento de Vila Adolpho culminou com a criação do município de Catanduva, em 14 de novembro de 1917, e instalado em 14 de abril de 1918, recebendo o nome de origem indígena Catanduva. A Comarca de Catanduva foi formalizada em 7 de fevereiro de 1920, com a posse do 1º magistrado, Dr. Raimundo Cândido de Mergulhão Lobo, e do 1º promotor de justiça, Dr. Alberto Luiz da Silva Axel. Em outras palavras, a origem de Catanduva está nas terras de Araraquara, de onde também vieram Jaboticabal, Monte Alto e São José do Rio Preto, sendo esta última de onde se desmembrou Catanduva, que passou da condição de povoado a vila, distrito e finalmente município.

 

Extraído do livro de 80 anos da Ace

Supervisão: Nelson Bassanetti

Redação: Daniela Baldo Martins

 

Complemento da matéria:

O nome (Catanduva) já existia em 1909/1910/1911.

Para comprovação acesse:

http://www.catanduvacidadefeitico.com.br/site/exibemateria.php?noticia_id=1279

 


 

 

IMAGENS

VEJA TAMBÉM
O nome (Catanduva) já existia em 1909/1910/1911.
1918 - Criação do município de Catanduva
Fundadores de Catanduva
Cine Bandeirantes
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço