Artigos Carnaval Cidade Comércio/Indústria Destaques Educação Esportes Eventos Música Piadas Política Sociedade Vídeos
você está em » Destaques
Data de publicação: 13/04/2015    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:     |   Compartilhar:    
Data de Publicação: 13/04/2015
O nome (Catanduva) já existia em 1909/1910/1911.
01.05.1910 - Provável foto da inauguração da Estrada de Ferro em Catanduva. (explicação no final do texto)
Autorizado pelo Governo as denominações de Pindorama e Catanduva para o prolongamento da estrada de ferro de Taquaritinga para São José do Rio Preto - Jornal O Estado de São Paulo de 19.08.1909
Inauguração do Hotel Central de Pedro Celli em Catanduva - Jornal O Estado de São Paulo de 30.04.1911
Matéria sobre as malas do Correio - Jornal O Poder Moderador de São José do Rio Preto de 30.08.1911
Canção Postal de Zé do Xico, pseudônimo Estafeta - Jornal O Poder Moderador de São José do Rio Preto de 17.09.1911
O Jornal “O Poder Moderador” de São José do Rio Preto em 01.10.1911 publicava o casamento em (Catanduva) de Francisco Nami Cury e Rosa Atala
Comunicado da Estrada de Ferro que a Estação de Catanduva passaria para o nome de Villa Adolpho - Jornal O Estado de São Paulo de 28.11.1911

Resumo da História conhecida do município de Catanduva:

 Nelson Bassanetti

Segundo os registros da nossa história e seguido por todos os pesquisadores no qual me incluo a nossa cidade em seus primórdios se chamava São Domingos do Cerradinho, depois pela lei l.188 de 16 de dezembro de 1909, passou para Vila Adolfo e compreendia a área localizada à margem esquerda do Rio São Domingos; depois, pelo decreto nº 1.564 de 14.11.1917, criou-se o município formalizado em 14.04.1918, com o nome de Catanduva, abrangendo também a área da parte situada à margem direita do Rio São Domingos, formando um só todo, portanto tem 99 anos?

 Contraponto? O que encontramos:

1 - Com base no Jornal “O Estado de São Paulo” de 19.08.1909, vimos à notícia: Foram aceitas pelo governo as denominações de Pindorama e (Catanduva) para as estações dos kilômetros 65,880 e 76.700 do prolongamento de Taquaritinga a São José do Rio Preto;

2 – O Jornal “O Estado de São Paulo” de 30.04.1911 publicava a inauguração em (Catanduva) do Hotel Central de Pedro Celli;

3 –. O Jornal “O Poder Moderador” de São José do Rio Preto de 30.08.1911, informava que a linha do trem já alcançara (Catanduva) o que se deu em 01.05.1910, mas as malas do correio com destino a São José do Rio Preto cuja estrada chegou em 09.06.1912 continuavam vindas por Bebedouro, numa atitude irritante e sem sentido; 

4 - O inteligente glosador Zé do Xico, fazendo mote, publicava versos no “O Poder Moderador” de 17.09.1911 sob o pseudônimo “Estafeta”, uma “Canção Postal” citando o nome de (Catanduva):

Tudo passa nesse mundo,

Passa o vento, passa a chuva,

Só uma coisa não passa;

A mala por Catanduva.

Passa a forte carraspana,

Do vinho de pura uva.

Só uma coisa não passa;

A mala por Catanduva.

Passa a mãozinha mimosa,

Escondida em fina luva,

Só uma coisa não passa;

A mala por Catanduva

A mandioca também passa,

E se diz mandioca - puva,

Só uma coisa não passa;

A mala por Catanduva.

Passa-porte, Passa Moleque,

Passa o trem em “Boituva”,

Só uma coisa não passa;

A mala por Catanduva;

5 – O Jornal “O Poder Moderador” de São José do Rio Preto em 01.10.1911 publicava o casamento em (Catanduva) de Francisco Nami Cury e Rosa Atala; 

6 – O Jornal “O Estado de São Paulo” de 28.11.1911 dava a seguinte notícia: “Companhia de Estrada de Ferro Araraquara” - Estação de Vila Adolpho. De ordem da directoria da Estrada faço público, que de 1º de dezembro em diante a estação de (Catanduva) passará a denominar-se “Villa Adolpho” – Araraquara, novembro de 1911. – Carlos Necke –Inspector Geral

Conclusão: O território à margem direita do Rio São Domingos, onde estão os Bairros do São Francisco, Higienópolis e a Estação da Estrada de Ferro já tinha o nome de Catanduva em 1909, 1910 e 1911. A foto que temos do prédio da Estação da Estrada de Ferro deve ser de 01.05.1910, data da sua inauguração e que tínhamos dúvidas por existir no prédio o nome de Catanduva e as informações é que a existência do nome da cidade só ocorreu a partir de 14.04.1918.

 

Pesquisa de Nelson Bassanetti extraída dos acervos do Jornal “O Estado de São Paulo” e do “Poder Moderador” de São José do Rio Preto cedidas por Lelé Arantes.

VEJA TAMBÉM
O nome (Catanduva) já existia em 1909/1910/1911.
1918 - Criação do município de Catanduva
Fundadores de Catanduva
Cine Bandeirantes
Copyright © Catanduva Cidade Feitiço